13 de fevereiro de 2007

A música de Zeca num duplo CD

Dar a conhecer às gerações mais novas a obra de José Afonso é um dos objectivos da reedição pela Farol de um duplo CD com 30 canções de José Afonso, cuja morte ocorreu há 20 anos.Esta edição, nas lojas na próxima semana, "é aquela que melhor resume a carreira de José Afonso, abrangendo desde a canção de Coimbra à de intervenção política", disse à Lusa João Miguel Almeida, director-geral da Farol."O alinhamento da edição original foi do próprio Zeca Afonso - esclareceu - pelo que não fomos autorizados a fazer alterações, para além de termos melhorado o aspecto gráfico". "Natal dos simples", "Menina dos olhos tristes", "Verdes são os campos", "Eu vou ser como a toupeira", "Coro dos tribunais" ou "Grândola, vila morena", são alguns dos temas incluídos na colectânea licenciada pela Movieplay Portuguesa à Farol.João Miguel Almeida sublinhou "o papel pedagógico e cultural" desta reedição, na medida em que pretende "dar a conhecer às gerações mais novas um marco fundamental da música popular portuguesa". A edição do duplo CD insere-se no projecto da editora em realizar antologias de nomes fundamentais da música portuguesa, explicou o mesmo responsável, adiantando que Fernando Tordo "é um dos nomes na calha".

in Jornal de Notícias

4 Comments:

rui mota disse...

É sempre bom haver "novas" edições do Zeca, nomeadamente quando estamos perante uma selecção "vintage" (como é o caso desta), ou não estivéssemos perante uma escolha do próprio autor.
No entanto, é de lamentar, que as editoras (são 3) não tivessem pensado pôr-se de acordo para editar a obra completa, com textos alusivos a cada disco e mantendo as capas originais. Tudo numa caixa apropriada...
Que raio, também não custava assim tanto, tinha compradores certos e o Zeca merecia-o!

Eduardo F. disse...

Subscrevo inteiramente as tuas palavras, Rui.

Já há mais alguma informação sobre este disco?

rui mota disse...

As únicas informações que conheço podem ser lidas no blogue "crónicas da terra" de Luís Rei (www.cronicasdaterra.com) que dedicou um "post" a este assunto.

Anónimo disse...

Inteiramente de acordo. Não às antologias! Sim aos originais!
O que vale ainda são algumas almas generosas que nos vão dando algumas alegrias. Vão a www. ratorecordsblog.blogspot.com e deliciem-se...