5 de novembro de 2007

”Abril” de Cristina Branco recria temas de Zeca Afonso

Cristina Branco define o seu novo álbum, “Abril”, a editar hoje como “uma perspectiva feminina de José Afonso, que não procura trazer nada de novo e apenas lembrar”.
Este álbum, constituído exclusivamente por temas do repertório de José Afonso, surge depois de um ciclo de espectáculos que Cristina Branco realizou este ano no Jardim de Inverno do Teatro S. Luiz, em Lisboa. “Vim para estúdio mais amadurecida e experimentada nos temas que têm arranjos do Ricardo Dias mas em que afinal todos os músicos participaram. “Canto Zeca Afonso pelo ideal que representa de humanidade, simplicidade e pela qualidade do seu trabalho”, disse a cantora. “Qualquer músico tem de, obrigatoriamente, passar por Zeca Afonso e reflectir sobre aquilo que ele nos deixou”, acrescentou. Um trabalho idêntico ao que realizou sobre Amália Rodrigues, com o facto de a música de José Afonso a ter acompanhado desde sempre, disse. A escolha das músicas “não será a mais óbvia” afirmou a cantora, todavia em “Abril” encontramos temas emblemáticos de Zeca, como
“Menino d’Oiro” ou “Venham mais cinco”. No total são 16 canções, abrindo o álbum com “Menino d’Oiro” e encerrando com “Chamaram-me cigano”, passando por “Redondo vocábulo” de que Cristina tinha já feito uma recriação num álbum anterior, “A morte saiu à rua” ou “Índios da Meia Praia”.

Primeiro de Janeiro

3 Comments:

samuel disse...

" que não procura trazer nada de novo e apenas lembrar"

Aqui está uma frase aparentemente simples mas importante.
Quantas vezes a "cegueira" das recriações, desconstruções e outros palavrões, não levam a lado nenhum...

Zeca sempre disse...

Cristina Branco pela voz, Couple Coffee pelo conceito e beleza dos arranjos.
Dois grandes álbuns, duas grandes vozes, esse é o ano do Zeca!

igual, prefiro o Zeca... disse...

" que não procura trazer nada de novo e apenas lembrar"...
Agora é fácil sair pela tangente, depois dos gajos tropicais surpreenderem a todos, o que pode-se fazer de original depois disso?
É mais fácil nem tentar...por isso o album da Branco é enfadonho...vou ouvir o Zeca original então.