10 de fevereiro de 2010

José Afonso no próximo disco de Maria de Medeiros


O novo disco de Maria de Medeiros, «Penínsulas & Continentes» é lançado no dia 1 de Março. Numa viagem musical entre as Penínsulas Ibérica e Itálica e os Continentes Americanos e Africano, a actriz e cantora portuguesa colabora com os brasileiros Itacyr Bocato (trombone) e Rubém Dantas (percussão) e o espanhol Manuel Martinez del Fresno (violoncelo).
Ao longo de 15 temas, Maria de Medeiros e o trio base que a acompanha apresentam, entre outros, baladas de Zeca Afonso, poemas do chileno Víctor Jara, canções de Sérgio Godinho e composições para grandes clássicos do cinema da autoria do italiano Nino Rota.

Cantado em português, espanhol, italiano, catalão e inglês, «Penínsulas & Continentes» será transposto para os palcos a 7 e 8 de Abril em dois concertos marcados para o Cinema São Jorge (Lisboa) e o Auditório Municipal de Gaia, respectivamente.

«Penínsulas & Continentes» sucede a «A Little More Blue», álbum editado em 2007, no qual a artista de 44 anos interpretou temas de autores brasileiros como Chico Buarque, Caetano Veloso e Ivan Lins.

Mais recentemente, Maria de Medeiros interpretou «These Boots Are Made For Walkin'» em dueto com The Legendary Tigerman no disco «Femina».

«Penínsulas & Continentes» é apresentado ao vivo em Lisboa e Gaia a 7 e 8 de Abril, respectivamente

O alinhamento de «Penínsulas & Continentes»:

1. La Dolce Vita (Nino Rota)
2. Não Vais Contar (Sérgio Godinho)
3. O Homem Voltou (Zeca Afonso)
4. Muxima (Duo Ouro Negro)
5. Quem à Janela (Amélia Muge)
6. A Jazmin (El Ultimo de la Fila)
7. Epigrama (Toti Soler / Joan Salvat Papasseit)
8. Il Padrino (Nino Rota)
9. Tudo Por Acaso (Lenine)
10. Paz, Poeta e Pombas (Zeca Afonso)
11. Che Scherzi Fa l'Amore (Nino Rota)
12. A Velha Chica (Valdemar Bastos)
13. Te Recuerdo Amanda (Víctor Jara)
14. Coro da Primavera (Zeca Afonso)
15. Aixi Com Cell Qui es Veu Prop de la Mort (Raimon / Ausias March)

1 Comment:

Eduardo F. disse...

Boa!

Tanto quanto sei, será o primeiro registo de uma canção de Raimon por um artista português!

... no ano em que Raimon completa 51 desde a sua primeira canção...

Ainda há-de crescer. Como o Zeca, o Paredes, o Zé Mário, o Adriano e tantos outros... o tempo e os valores da beleza que cultivarmos em nós hão-de perdurar-lhes a força e a vida.