2 de agosto de 2010

"Paz, poeta e pombas" por Maria de Medeiros

5 Comments:

folha seca disse...

Queridos Amigos

Não se estão a esquecer de nada?

Não é hoje que o nosso Zeca faria 81 anos?

Abraço
R.H

Associação José Afonso disse...

Caro R.H.,obrigado pelo comentário.
O facto de não estar aqui nada publicado sobre esta data não significa esquecimento. Simplesmente em alguns anos temos referenciado a data e noutros não...
Abraço.

Fura Fura disse...

Já tenho assistido a interpretações tristes, das canções do José Afonso, mas esta bate todos recordes.

Anónimo disse...

Pode não gostar, contra isso no ha nada a dizer, mais triste não é, eu adoro, o ritmo e a interpretação, e acho que a Maria é uma mulher muito corajosa que leva Portugal no coração la por fora, no mundo inteiro, sente-me orgulhoso do Zeca e da Maria. Lindo homenagem.

Anónimo disse...

Pode não gostar, contra isso no ha nada a dizer, mais triste não é, eu adoro, o ritmo e a interpretação, e acho que a Maria uma mulher muito corajosa que leva Portugal no coração la por fora, no mundo inteiro, sente-me orgulhoso do Zeca e da Maria. Lindo homenagem.