3 de agosto de 2007

José Afonso no grande e no pequeno ecrã

A propósito da reposição de "Torre Bela" fomos pesquisar a presença de José Afonso no grande e no pequeno ecrã e descobrimos 4 filmes, 1 curta metragem, 1 documentário e uma série de televisão onde a sua música pertence à banda sonora e são eles:

Um Tiro no Escuro (2005)
Filme de Leonel Vieira

A Noite do Golpe de Estado (2001)
Documentário de Ginette Lavigne

Alla rivoluzione sulla due cavalli (2001)
Filme de Maurizio Sciarra

Se a Memória Existe (1999)
Curta metragem de João Botelho baseada no livro homónimo de Manuel António Pina

"Riscos" (1997)
Série de televisão de Manuel Amaro da Costa e Santa Martha

Fernão, Mentes? (1986)
Filme para televisão de Hélder Costa

Os Índios da Meia-Praia (1975)
Filme de António da Cunha Telles

Descobrimos José Afonso como actor em:

Ninguém Duas Vezes (1985)
Filme de Jorge Silva Melo em que José Afonso faz de pescador.


...e finalmente, onde aparece como José Afonso.

Cantigamente (1976)
Programa de António Escudeiro (José Afonso aparece na 1ª Série, 6º episódio)

Torre Bela (1975)
Documentário de Thomas Harlan

4 Comments:

rui mota disse...

Existem mais filmes: A Longa metragem "Grande, grande era a cidade" (realizador ?) dos anos '80. E o documentário "Viva Portugal!" de Serge July (e.o,) uma co-produção franco-alemã de 1976...

Miguel Gouveia disse...

Rui, ao que apurei, a longa metragem "Grande, grande era a cidade" é do Rogério Ceitil e a música é do José Jorge Letria.
Quanto ao do July, é muito provável que por lá se ouça a Grândola... mas ainda não vi nada.
Abraço.

rui mota disse...

A música do filme do Ceitil poderá ser do Letria, mas isso não quer dizer que não haja lá uma cançao do Zeca. Eu vi o filme na Holanda, já lá vão uns bons vinte anos, pelo que posso estar a confundir, mas penso que há uma canção do Zeca no genérico...
Já sobre o filme do July, que também vi na Holanda nos anos setenta, tenho quase a certeza que há canções do Zeca.
Só vendo os filmes, nao é?

Eduardo F. disse...

Olá, já que canções do Zeca no genérico final também contam, então temos de referir o filme "Três Irmãos" (não me lembro quem é o realizador, mas sei que a Maria de Medeiros figura nos principais papéis), que acaba com "Canção Vai... e Vem".

E deve haver mais, claro.